Polícia

Adolescente de 16 anos é ferido a tiros no Parque do Lageado

Adolescente de 16 anos foi baleado no fim da manhã deste sábado (20) na Rua Adelaide Maia Figueiredo, no Bairro Parque do Lageado, em Campo Grande. Ainda não se sabe quais foram as circunstâncias, tampouco identificado o autor. O jovem foi levado para Santa de Casa e a informação é de que foram feitos ao […]

Mayara Bueno Publicado em 20/02/2021, às 12h13 - Atualizado às 15h40

Adolescente teria sido baleado enquanto passava pelo local que aparece na foto, segundo apurado. (Foto: Gabriel Neves, Jornal Midiamax).
Adolescente teria sido baleado enquanto passava pelo local que aparece na foto, segundo apurado. (Foto: Gabriel Neves, Jornal Midiamax). - Adolescente teria sido baleado enquanto passava pelo local que aparece na foto, segundo apurado. (Foto: Gabriel Neves, Jornal Midiamax).

Adolescente de 16 anos foi baleado no fim da manhã deste sábado (20) na Rua Adelaide Maia Figueiredo, no Bairro Parque do Lageado, em Campo Grande. Ainda não se sabe quais foram as circunstâncias, tampouco identificado o autor. O jovem foi levado para Santa de Casa e a informação é de que foram feitos ao menos cinco disparos contra ele.

Quando a reportagem chegou ao local, o menino já tinha sido levado para atendimento médico pelo pai, segundo disse a avó da vítima. Ela contou, ainda, que não sabe detalhes do que aconteceu, apenas que o filho, pai do adolescente, chegou em sua casa pedindo o celular emprestado para chamar o socorro.

Os disparos teriam sido feitos por dois homens em uma moto, no momento em que o jovem passava por uma esquina localizada próximo da onde ele mora. Mesmo ferida, a vítima teria corrido uma quadra até chegar em sua residência para pedir ajuda do pai. A vítima e os pais moram a duas casas da avó do menino.

A avó do adolescente diz não saber se ele tinha envolvimento em algum tipo de briga ou rixa, mas afirmou que a vítima é uma pessoa “estudiosa e nunca havia se envolvido com nada”. A esquina onde o jovem foi baleado é frequentado por diversos usuários de drogas e os moradores da região disseram sentir medo ao falar sobre o crime.

Jornal Midiamax