Polícia

Acusados de roubarem carro para ‘acerto de contas’ são condenados a 8 anos de prisão

Foram condenados a 8 anos e 4 meses de prisão Kleverton Bibiano, 19 anos, e Jeziel Fabricio, de 22 anos, acusados de roubarem um carro na região do Jardim Santa Felicidade. O crime acontece em março de 2020, quando Kleverton pediu carona para a vítima e ofereceu R$ 20, porque não teria dinheiro para um […]

Renata Portela Publicado em 28/01/2021, às 17h15 - Atualizado às 17h18

Carro foi recuperado horas após o roubo (Foto: Divulgação)
Carro foi recuperado horas após o roubo (Foto: Divulgação) - Carro foi recuperado horas após o roubo (Foto: Divulgação)

Foram condenados a 8 anos e 4 meses de prisão Kleverton Bibiano, 19 anos, e Jeziel Fabricio, de 22 anos, acusados de roubarem um carro na região do Jardim Santa Felicidade. O crime acontece em março de 2020, quando Kleverton pediu carona para a vítima e ofereceu R$ 20, porque não teria dinheiro para um carro por aplicativo, mas roubou a vítima.

Segundo a denúncia, no trajeto Kleverton pediu para a vítima passar com o Fiesta na casa de Jeziel. Depois de alguns momentos, Kleverton, que estava sentado ao lado do motorista, anunciou o assalto dizendo “perdeu, vagabundo”. Ele ainda tentou desligar o veículo e disse para Jeziel dar um tiro na cabeça do condutor.

Acusados de roubarem carro para ‘acerto de contas’ são condenados a 8 anos de prisão

A vítima saiu correndo e a dupla foi até um posto de combustível, onde acabou abordada por militares do Batalhão de Choque. Os rapazes foram presos em flagrante e revelaram que usariam o carro e a arma de fogo para um acerto de contas. Os rapazes foram denunciados pelo roubo majorado pelo emprego de arma de fogo e porte ilegal da arma, além de tráfico de drogas, já que portavam porções de maconha.

A sentença foi publicada na última segunda-feira (25), e é do juiz Waldir Peixoto Barbosa, da 4ª Vara Criminal. Pelo roubo, os acusados foram condenados a 8 anos e 4 meses de prisão em regime fechado. Já pelo tráfico, Kleverton foi condenado a 2 anos e 6 meses em regime aberto, enquanto Jeziel foi condenado a 2 anos em regime aberto pelo porte ilegal da arma.

Jornal Midiamax