Polícia

Acusado de tentar matar vizinho a tiros e ainda voltar armado com foice tem prisão mantida

O homem alegou que a vítima tinha mandado matarem ele

Renata Portela Publicado em 27/09/2021, às 12h51

Polícia e bombeiros estiveram no local
Polícia e bombeiros estiveram no local - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Passou por audiência de custódia nesta segunda-feira (27), homem de 54 anos acusado de tentar matar um vizinho, de 55, na última sexta-feira (24). Ele foi até a casa da vítima, no Jardim Morenão, armado e atirou algumas vezes. Depois, voltou com uma foice, quando acabou detido.

Em audiência, foi determinada conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva. Em relato aos policiais militares no dia do crime, o homem disse que a vítima tinha mandado pessoas irem até a casa dele, para matá-lo. Além disso, alega que voltou armado com uma foice após já ter atirado, com medo da vítima o perseguir.

Relembre o caso

Segundo relato de testemunhas, o autor foi até a casa da vítima armado. O morador estava na frente da residência tirando o lixo, quando o suspeito chegou já atirando e fez um disparo. Os dois entraram em luta corporal, quando aconteceram mais três tiros. A vítima conseguiu desarmar o autor, que fugiu correndo.

Minutos após fugir, o autor voltou armado com uma foice, com intenção de 'terminar o serviço'. Ele ainda ameaçou vizinhos, mas foi preso em flagrante por equipe da Polícia Militar que já estava no local. Ele ainda tentou resistir à prisão, mas foi contido. Segundo moradores da região, ele também mora no bairro e tem problemas com vários vizinhos.

No entanto, testemunhas contaram que a vítima é amigável e não sabem o que pode ter acontecido. O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Santa Casa.

Jornal Midiamax