Polícia

Acusado de matar esposa com 24 facadas vai pagar R$ 100 mil para filho da vítima

Ele foi condenado a mais de 20 anos de prisão

Renata Portela Publicado em 13/09/2021, às 17h50

Veronil e Aldennir
Veronil e Aldennir - (Arquivo)

Nesta segunda-feira (13), foi a julgamento Veronil Pereira da Rocha, de 47 anos, pelo assassinato da esposa Aldennir Soares da Silva, 35 anos. Ele foi condenado a mais de 20 anos pelo crime, cometido em junho de 2020, em Chapadão do Sul, cidade que fica a 330 quilômetros de Campo Grande.

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri, da Comarca de Chapadão do Sul, concluiu pela prática do feminicídio qualificado consumado, contra Aldennir. No entanto, desclassificou a tentativa de lesão corporal. Conforme sentença do juiz Silvio C. Prado, Veronil foi condenado a 20 anos, 2 meses e 20 dias de reclusão.

O réu deverá cumprir pena em regime inicial fechado e também não poderá recorrer em liberdade. Além disso, deverá pagar indenização de R$ 100 mil aos herdeiros de Aldennir, a título de dano moral. A vítima tinha um filho, que chegou a presenciar o crime.

Relembre o caso

No dia 26 de junho de 2020, por volta das 19 horas, o casal teve uma discussão em casa, quando ela pediu a separação. Veronil então teria dito “Não saio de casa, prefiro virar o capeta, derrubo as paredes, mas não saio de casa”. A vítima ainda tentou telefonar para a cunhada, quando o marido pegou o celular e jogou no chão, quebrando o aparelho.

Com isso, a mulher ainda correu para a casa da mãe, que ficava no mesmo terreno. “Mãe, não deixa ele me matar não, mãe, por favor, eu te amo”, disse a vítima segundo consta no registro da denúncia, do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). A mulher disse que chamaria a polícia, quando Veronil voltou para casa.

Em seguida, ele foi até a casa da mãe da vítima, armado com uma peixeira. Com a arma branca, ele deu 24 golpes em Aldennir, que morreu no local. O crime foi presenciado pelo filho da vítima e o agressor ainda teria esfaqueado a sogra, que se defendia com um cabo de vassoura.

Jornal Midiamax