Polícia

Acusada de tentar matar adolescente a facadas ao se defender de abuso é absolvida

Ela alegou que o jovem a agarrou em uma festa

Renata Portela Publicado em 19/05/2021, às 15h21

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - (Arquivo, Midiamax)

Nesta quarta-feira (19), foi a júri popular uma mulher de 28 anos, acusada de tentar matar um adolescente em 20 de setembro de 2015, durante uma festa no Nova Lima. Ela foi absolvida após acusação e defesa entenderem que ela agiu em legítima defesa.

Conforme a denúncia, o rapaz que hoje tem 22 anos e, na época, tinha 15, foi encontrado caído na rua com quatro ferimentos feitos com faca, na madrugada daquele dia 20 de setembro. Ele tinha um ferimento no abdômen e três nas costas.

Em estado grave, o jovem foi socorrido e levado até a Santa Casa. Na denúncia, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) entendeu que ocorreu tentativa de homicídio. O adolescente chegou a dizer à polícia que não sabia quem o tinha esfaqueado.

No entanto, nas investigações policiais a jovem foi identificada. Em depoimento, ela relatou que estava na mesma festa que o adolescente e que em determinado momento saiu para fumar. Ele teria ido atrás da jovem, tentando ‘ficar’ com ela. Depois, acabou segurando e apertando a vítima, quase a sufocando.

A mulher contou que tinha uma faca no bolso do short e para se defender acabou esfaqueando o adolescente. Depois, ela jogou a arma branca perto da vítima e fugiu. No plenário, tanto a acusação quanto a defesa pediram absolvição da vítima, por legítima defesa.

Por 4 votos a 2, a mulher foi absolvida da tentativa de homicídio.

Jornal Midiamax