Polícia

A bordo de uma cadeira de rodas, traficante operava delivery de maconha

A bordo de uma cadeira de rodas, um traficante operava delivery de maconha no bairro Nova Aquidauana, em Aquidauana, a 139 quilômetros de Campo Grande. Segundo a Polícia Civil, chamou a atenção dos investigadores o fato de que a locomoção limitada não era empecilho para o desempenho da atividade criminosa. O suspeito foi preso. Segundo […]

Renan Nucci Publicado em 18/02/2021, às 13h26 - Atualizado às 15h54

Entorpecentes e outros objetos apreendidos com o suspeito. Foto: Divulgação
Entorpecentes e outros objetos apreendidos com o suspeito. Foto: Divulgação - Entorpecentes e outros objetos apreendidos com o suspeito. Foto: Divulgação

A bordo de uma cadeira de rodas, um traficante operava delivery de maconha no bairro Nova Aquidauana, em Aquidauana, a 139 quilômetros de Campo Grande. Segundo a Polícia Civil, chamou a atenção dos investigadores o fato de que a locomoção limitada não era empecilho para o desempenho da atividade criminosa. O suspeito foi preso.

Segundo nota, a equipe recebeu denúncias de que o cadeirante era responsável por distribuir entorpecentes em bocas de fumo tanto em Aquidauana, quanto na cidade vizinha de Anastácio. Ele então passou a ser monitorado pelo SIG (Setor de Investigações Gerais).

Nesta quarta-feira (17), a equipe esteve na casa dele e, durante buscas pelo local, encontrou um tablete de maconha e várias porções menores da droga prontas para a venda. 

“Chamou a atenção dos investigadores o fato do homem flagrado distribuir drogas a bordo de uma cadeira de rodas, em razão de ser portador de necessidades especiais proveniente de uma tentativa de homicídio que sofreu”, disse a polícia em nota à imprensa.

O suspeito acabou confessando o tráfico. Ele foi indiciado pelo crime e aguarda preso a definição da justiça pela conversão do flagrante em prisão preventiva ou liberdade provisória.

Jornal Midiamax