Polícia

‘Você está na casa de pobre, não temos nada’, suplica mulher a assaltante armado

Mulher de 54 anos, moradora no bairro Santo André, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, passou por momentos de tensão durante assalto nesta quinta-feira (31). O criminoso armado invadiu a residência e levou três celulares, R$ 820 e outros objetos. A vítima disse que era bem cedo quando ouviu barulhos estranhos no interior […]

Renan Nucci Publicado em 31/12/2020, às 18h31 - Atualizado em 01/01/2021, às 09h45

Caso foi registrado na Depac de Dourados. (Foto: Marcos Morandi)
Caso foi registrado na Depac de Dourados. (Foto: Marcos Morandi) - Caso foi registrado na Depac de Dourados. (Foto: Marcos Morandi)

Mulher de 54 anos, moradora no bairro Santo André, em Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande, passou por momentos de tensão durante assalto nesta quinta-feira (31). O criminoso armado invadiu a residência e levou três celulares, R$ 820 e outros objetos.

A vítima disse que era bem cedo quando ouviu barulhos estranhos no interior do imóvel e imaginou que fosse o marido chegando do trabalho. No entanto, tomou um susto ao se deparar com o desconhecido na porta do quarto. Ele anunciou o assalto e exigiu dinheiro e objetos de valor.

Com a arma apontada para a cabeça, a vítima suplicou: “Meu filho, você está na casa de pobre, não temos nada”. O bandido ignorou o que ela disse, a amarrou juntamente com a filha usando uma camiseta e revirou a casa. Ele foi até uma edícula dos fundos e ameaçou a mãe da moradora, uma idosa de 79 anos, pressionando a cabeça dela contra o travesseiro.

Ele tomou o dinheiro, os três celulares, uma bicicleta e documentos, bem como um relógio. Antes de sair, pediu para a vítima dizer à polícia que ele não fez mal a ela, a fim de amenizar o ocorrido caso ele fosse preso. O marido da vítima voltava para a casa e chegou a ver o desconhecido saindo da casa, mas não conseguiu detê-lo.

Jornal Midiamax