Com ajuda de helicópteros e do GAP (Grupo de Policiamento Aéreo) foi reforçada a segurança em torno dos estabelecimentos penais de Mato Grosso do Sul, depois da descoberta de um plano de fuga em presídios do Estado. Foragidos já teriam sido recapturados.

Nesta terça-feira (17), foi feito reforço no presídio de Segurança de Campo Grande, na e no presídio feminino. Em , a 225 quilômetros da Capital, foram usados helicópteros no policiamento da PED (Penitenciária Estadual de Dourados).

O reforço também deve acontecer nos estabelecimentos penais de Naviraí e Dois Irmãos do Buriti, além de outros presídios de Mato Grosso do Sul. Não foi divulgado o número de agentes envolvidos na operação por questões de segurança. Não está descartada uma operação em presídios do Estado, na busca de celulares em poder dos detentos. Já teriam ocorrido prisões por força de mandados e de foragidos encontrados. Ainda segundo informações a vigilância nos entornos dos presídios está reforçada.

A fuga em massa em São Paulo aconteceu em cinco estabelecimentos penais de regime semiaberto, de onde fugiram mais de 1 mil presos. 174 detentos já teriam sido recapturados.