Polícia

VÍDEO: polícia prende 2 e identifica quadrilha que furtou mais de R$ 150 mil em Campo Grande

Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar prenderam dois homens, de 19 e 20 anos, acusados de integrarem uma quadrilha que cometeu diversos furtos em Campo Grande, que podem ultrapassar R$ 150 mil. Arma, veículo e joias estão entre os produtos furtados. Os policiais já identificaram outros integrantes do grupo criminoso e fazem buscas. […]

Dayene Paz Publicado em 12/12/2020, às 11h16 - Atualizado em 13/12/2020, às 08h36

Arma apreendida pela PM. Imagem: Divulgação
Arma apreendida pela PM. Imagem: Divulgação - Arma apreendida pela PM. Imagem: Divulgação

Policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar prenderam dois homens, de 19 e 20 anos, acusados de integrarem uma quadrilha que cometeu diversos furtos em Campo Grande, que podem ultrapassar R$ 150 mil. Arma, veículo e joias estão entre os produtos furtados. Os policiais já identificaram outros integrantes do grupo criminoso e fazem buscas.

Conforme o Choque, foi possível a prisão dos dois suspeitos após uma denúncia, relatando que João Vitor, de 20 anos, envolvido em vários furtos usando um Corsa Classic – veículo já apreendido pela polícia -, estaria na região do Parque dos Poderes.

Em diligências, os policiais localizaram o suspeito, que estava em um VW Gol, na companhia de outro homem, identificado como Gustavo, de 19 anos. Questionado pelos policiais, o rapaz de 20 anos confessou a prática de diversos furtos utilizando o Classic. Também disse que agia sempre na companhia de Gustavo, um homem identificado apenas como “Silva”, de 35 anos, que já está preso e outro homem de 20 anos.

Com a prisão da dupla, a polícia apreendeu no apartamento de João Vitor, uma pistola calibre .380, com 50 munições, que foi furtada de uma residência do bairro Monte Castelo, no dia 20 de novembro deste ano. Na ocasião, os bandidos arrombaram o portão da residência e foram flagrados por câmeras de segurança. Do local, levaram a arma, munições e aproximadamente R$ 40 mil.

Também foi constatado que a quadrilha furtou uma residência no Jardim Leblon, de onde levou dinheiro e um relógio. No dia 23 de outubro, também arrombou uma casa na Vila Morumbi, de onde foram furtadas várias joias e 50 semi-joias. Já em outra residência no Monte Castelo, furtou uma Ford F4000 – já recuperada – e uma motocicleta CG 160.

O líder da quadrilha seria o pai de “Silva”, conhecido como “João”. Após os furtos, os autores vendiam os produtos e dividiam o lucro entre eles. João Vitor e Gustavo foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol e a polícia faz buscas aos outros integrantes da quadrilha.

Jornal Midiamax