Polícia

VÍDEO: Casal discute e casa é incendiada em cidade de MS

Uma residência de alvenaria foi totalmente destruída após pegar fogo na noite deste domingo (27) em Glória de Dourados, cidade a 280 km da Capital. Casal teria discutido e mulher acusa marido de ameaçar incendiar a residência, minutos antes. Já ele, afirma que esposa esqueceu panela no fogão. Conforme informações do registro policial, a proprietária […]

Danielle Errobidarte Publicado em 28/12/2020, às 11h48

Imóvel foi totalmente consumido pelo fogo. (Foto: Reprodução/ Fátima News)
Imóvel foi totalmente consumido pelo fogo. (Foto: Reprodução/ Fátima News) - Imóvel foi totalmente consumido pelo fogo. (Foto: Reprodução/ Fátima News)

Uma residência de alvenaria foi totalmente destruída após pegar fogo na noite deste domingo (27) em Glória de Dourados, cidade a 280 km da Capital. Casal teria discutido e mulher acusa marido de ameaçar incendiar a residência, minutos antes. Já ele, afirma que esposa esqueceu panela no fogão.

Conforme informações do registro policial, a proprietária do imóvel acionou a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiro, por volta das 20h30 deste domingo. No local, ela relatou aos policiais que estava em casa, junto a sua filha, e, sem motivo aparente, o marido começou a ficar agressivo e disse que colocaria fogo na casa.

A princípio, a mulher relatou que o esposo teria colocado fogo em uma toalha e a ameaçado. Em seguida, ela decidiu sair do imóvel com sua filha, mas voltou quando percebeu a altura das chamas.

Já o homem, de 51 anos, negou ter provocado o incêndio e disse ter sido agredido fisicamente pela esposa e outros dois rapazes. Ele apresentava diversos hematomas pelo corpo e recebeu atendimento médico.

O carro do homem, um Chevrolet Celta, teve de ser removido do local, uma vez que o para-brisa foi danificado e os vizinhos ameaçavam atear fogo no veículo. Na delegacia, ele confessou que passou o dia ingerindo bebidas alcoólicas com a esposa e que teriam discutido. Em seguida, relatou ter saído para procurar a mulher e a filha e comprar mais cerveja, mas que a esposa havia deixado uma panela de pressão cozinhando.

Segundo ele, ao retornar, a residência já estava em chamas e mal conseguiu descer do veículo, devido a ameaças feitas por vizinhos. Ele relatou ter sido agredido pelos outros moradores da vizinhança e “só não foi linchado porque alguns homens o levaram para delegacia”.

Conforme apurado pela Perícia e Polícia Civil, ainda não é possível confirmar se o incêndio foi acidental ou criminoso. O caso foi registrado na DP (Delegacia de Polícia) de Glória de Dourados.

Jornal Midiamax