Polícia

VÍDEO: Cadelinha é furtada em frente de casa por dupla com carro preto, no São Francisco

Uma cadelinha chamada Luna, da raça Pincher, foi furtada em frente de uma casa, por volta das 10h30, no bairro São Francisco, próximo ao Supermercado Comper da Tamandaré, neste último sábado (17), em Campo Grande. As imagens de câmeras de segurança mostram que Luna ficou o tempo todo em frente ao portão, esperando pela chegada […]

Renata Fontoura Publicado em 18/10/2020, às 16h42 - Atualizado em 19/10/2020, às 08h34

Homem que ajudou no furto está sendo procurado pela polícia - Imagem: Reprodução/Fala Povo/Jornal Midiamax
Homem que ajudou no furto está sendo procurado pela polícia - Imagem: Reprodução/Fala Povo/Jornal Midiamax - Homem que ajudou no furto está sendo procurado pela polícia - Imagem: Reprodução/Fala Povo/Jornal Midiamax

Uma cadelinha chamada Luna, da raça Pincher, foi furtada em frente de uma casa, por volta das 10h30, no bairro São Francisco, próximo ao Supermercado Comper da Tamandaré, neste último sábado (17), em Campo Grande.

As imagens de câmeras de segurança mostram que Luna ficou o tempo todo em frente ao portão, esperando pela chegada da tutora, Samantha Gomes. A empresária saiu de carro e não percebeu que a cadelinha tinha ficado para fora da residência.

Em um certo momento, uma mulher aparece e se aproxima, tentando pegar o animal. Pela imagens, é possível ver que Luna tenta voltar para dentro de casa, através de um vão do portão. Mas ela não consegue.

VÍDEO: Cadelinha é furtada em frente de casa por dupla com carro preto, no São Francisco
Tela destruída no portão da casa – Imagem: Reprodução/Fala Povo/Jornal Midiamax

Em seguida, aparece um Celta preto com roda esportiva e tampa do combustível cromada. Um homem vestindo uma camiseta preta e um boné da mesma cor desce e também tenta pegar a cadelinha.

Ao longo do vídeo, é possível também ver que Luna resiste às tentativas de ser pega e chega a correr para baixo do veículo.

“Mas ela é muito pequena! Tem apenas um quilo. Então, apesar de ser brava, acaba sendo fácil pegar”, explica Priscila Gomes, irmã de Samantha. Quando a empresária chegou em casa, a tela colocada no portão estava toda destruída. “Como se a Luna tivesse tentado voltar pra dentro”, afirma a jovem.

A família registrou boletim de ocorrência no mesmo dia e espera encontrar a cadelinha o mais rápido possível. Segundo Priscila, todos estão desesperados. O sobrinho de seis anos está sofrendo pela falta do pet. “Ele brincava com ela o dia inteiro. Ele está inconsolável desde ontem, nem comeu até agora”, relata.

Para quem souber informações da dupla e de Luna, entrar em contato pelo (67) 99297-4223.

Jornal Midiamax