Polícia

Vice-ministro paraguaio investigado por corrupção pela Justiça brasileira renuncia

Nesta segunda-feira (20), Hugo Volpe, agora ex-vice-ministro de Política Criminal do Paraguai, renunciou ao cargo. A renúncia aconteceu após ser revelada investigação por parte do Ministério Público Federal do Brasil de um esquema de corrupção envolvendo o político, além de um procurador. Hugo Volpe colocou o cargo à disposição e foi retirado de suas funções […]

Renata Portela Publicado em 20/01/2020, às 12h22

None

Nesta segunda-feira (20), Hugo Volpe, agora ex-vice-ministro de Política Criminal do Paraguai, renunciou ao cargo. A renúncia aconteceu após ser revelada investigação por parte do Ministério Público Federal do Brasil de um esquema de corrupção envolvendo o político, além de um procurador.

Hugo Volpe colocou o cargo à disposição e foi retirado de suas funções pelo presidente Mario Abdo.Benítez. Ministro da Senad (Secretaria Nacional de Política Sobre Drogas) do Paraguai, Arnaldo Giuzzio, apontou que é necessário chegar à verdade dos feitos. Conforme as autoridades, existem fortes indícios de que representantes do Ministério Público paraguaio estejam envolvidos nos esquemas de corrupção.

De acordo com o ABC Color, a procuradora-geral do Estado, Sandra Quiñonez, afirmou que está investigando a situação e tudo o que se refere ao trabalho em conjunto que realiza com o Brasil, na luta contra o tráfico de drogas. Volpe atuava na fiscalização do sistema antidrogas há 19 anos, até novembro de 2019, quando pediu demissão para assumir o cargo de vice-ministro.

Volpe teria sido indicado a vice-ministro para trabalhar prioritariamente no fortalecimento da inteligência penitenciária para prevenir fugas e massacres. Mesmo assim, dois meses após assumir ao cargo, 75 presos fugiram do Presídio de Pedro Juan Caballero, fato revelado na madrugada de domingo (19).

Jornal Midiamax