Polícia

‘Vamos resolver essa dívida hoje’, disse ferido a tiros ao cobrar R$ 400 de venda de som

Preso na noite deste domingo (7) depois de atirar contra um homem de 35 anos, no Parque do Lageado em Campo Grande ao ser cobrado de uma dívida de R$ 400 afirmou que teria sido ameaçado pela vítima, “vamos resolver essa dívida hoje” e por isso fez os disparos contra a residência por debaixo do […]

Thatiana Melo Publicado em 08/06/2020, às 10h41

(Divulgação PM)
(Divulgação PM) - (Divulgação PM)

Preso na noite deste domingo (7) depois de atirar contra um homem de 35 anos, no Parque do Lageado em Campo Grande ao ser cobrado de uma dívida de R$ 400 afirmou que teria sido ameaçado pela vítima, “vamos resolver essa dívida hoje” e por isso fez os disparos contra a residência por debaixo do portão.

O motorista de caminhão de 45 anos contou que estava indo buscar a esposa, quando por volta das 19h30 deste domingo (7) ao passar pelo bairro Parque do Lageado seu pneu furou e quando foi trocar acabou sendo abordado por uma moradora que o questionou se precisava de ajuda, momento em que disse que não.

Mas, em seguida o filho da mulher apareceu e reconheceu o motorista como comprador de um som automotivo que havia vendido a ele há sete anos e que não havia pago o valor de R$ 400. O homem, então, foi cobrar a dívida e recebeu como resposta que o dinheiro não ia ser quitado, já que o aparelho havia apresentado defeitos.

Neste momento, a vítima desferiu um soco no rosto do motorista dizendo que iriam resolver naquele dia a dívida. O autor, então, pegou a pistola dentro do carro e passou a atirar contra a casa, um total de nove tiros acertando o tornozelo do homem por debaixo do portão. Policiais da Gecam (Grupamento Especializado com Apoio de Motocicletas) foram chamados e ele levado para a delegacia e a vítima encaminhada para a Santa Casa.

Jornal Midiamax