A PMA (Polícia Militar Ambiental) de prendeu três suspeitos de ilegal e apreendeu dois rifles e uma espingarda calibre 12, além de munições e um veículo. Dois campeiros de fazenda, de 22 e 27 anos e um tratorista de 38 anos, foram presos por policiais militares ambientais suspeitos de prática de caça e por porte de armas e munições ilegais, em uma estrada conhecida como Apaporé, no município, a 52 km da cidade.

De acordo com a polícia, a aconteceu quando os policiais que trabalham na operação Corpus Christi realiazavam fiscaliza na região e abordaram os infratores, que estavam em um veículo VW Santana e portavam um rifle calibre 22 e outro calibre 38, além de uma espingarda calibre 12 e ainda 10 munições calibre 22, cinco munições calibre 38 e quatro munições calibre 12, que seriam utilizados na possível caçada ilegal.

Apesar de não terem confessado, a PMA suspeita de que os homens iniciariam uma caçada na região. As armas e munições não possuíam documentação e foram apreendidas, juntamente com o veículo. Os infratores, residentes na zona rural de , receberam voz de prisão e foram encaminhados à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, onde eles foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma e munições. Se condenados poderão pegar pena de dois a seis anos de prisão.