Polícia

Tiro de fuzil atravessou rosto de menina de 6 anos que teve nariz arrancado

A menina de 6 anos que foi ficou ferida em uma troca de tiros, nesta sexta-feira (20) em Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, acabou com uma bala de fuzil atravessando seu rosto e o projétil alojado na nuca. A criança teve o nariz arrancado. Ela ficou […]

Thatiana Melo Publicado em 21/11/2020, às 13h50 - Atualizado em 22/11/2020, às 11h18

Menina brincava nas proximidades do local onde houve a execução. (Foto: Reprodução).
Menina brincava nas proximidades do local onde houve a execução. (Foto: Reprodução). - Menina brincava nas proximidades do local onde houve a execução. (Foto: Reprodução).

A menina de 6 anos que foi ficou ferida em uma troca de tiros, nesta sexta-feira (20) em Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã a 346 quilômetros de Campo Grande, acabou com uma bala de fuzil atravessando seu rosto e o projétil alojado na nuca. A criança teve o nariz arrancado.

Ela ficou ferida enquanto brincava e no cruzamento da Avenida Fernando de La Mora com a Rua Elizia Alica Lynch, entre os bairros Obrero e San Gerardo em Pedro Juan Caballero aconteceu o atentado com troca de tiros que terminou na execução de Fredy Enchague Bordon.

A menina teve de ser transferida em vaga zero para o hospital da cidade de Dourados. Segundo informações do Pedrojuaninos Online, o estado de saúde da criança é estável.

Segundo vídeos que circulam nas redes sociais, duas caminhonetes suspeitas são vistas deixando o local após os disparos. Ainda não há informações sobre as circunstâncias da execução e o caso é investigado.

O Ministério Público do Paraguai negou que houvesse dólares no veículo da vítima. Entretanto, em uma das caminhonetes abandonada no local foram encontrados cerca de R$ 45 mil em SUV de cor preta, que foi abandonada nas proximidades do local onde aconteceu o atentado.

Jornal Midiamax