Polícia

Suspeito arranca tornozeleira antes de furtar loja e vai preso com comparsas

A Polícia Civil prendeu na quinta-feira (29) em Miranda, a 203 quilômetros de Campo Grande, grupo envolvido no furto de uma loja de eletrodomésticos. Entre os cinco envolvidos está um foragido do sistema prisional que havia arrancado a tornozeleira eletrônica antes de praticar o crime. Desta forma, não estaria sendo monitorado. De acordo com a […]

Renan Nucci Publicado em 30/10/2020, às 13h19

Objetos recuperados pela Polícia Civil. Foto: Divulgação
Objetos recuperados pela Polícia Civil. Foto: Divulgação - Objetos recuperados pela Polícia Civil. Foto: Divulgação

A Polícia Civil prendeu na quinta-feira (29) em Miranda, a 203 quilômetros de Campo Grande, grupo envolvido no furto de uma loja de eletrodomésticos. Entre os cinco envolvidos está um foragido do sistema prisional que havia arrancado a tornozeleira eletrônica antes de praticar o crime. Desta forma, não estaria sendo monitorado.

De acordo com a polícia, durante análise de câmeras de segurança, o primeiro envolvido foi identificado e seria o foragido. Ele já tinha diversas passagens por delitos contra o patrimônio. A partir da localização dele, a equipe descobriu mais dois que estavam com objetos furtados em uma chácara.

Com estes dois havia ainda duas porções de pasta base de cocaína prontas para a venda. No assoalho do imóvel estava escondida uma máquina de cortar cabelo. Foi encontrado então mais um envolvido, que estava com um notebook, e o quinto suspeito, que também estava em uma chácara. Os cinco estão recolhidos, à disposição da justiça.

Jornal Midiamax