Polícia

Professor de agronomia é liberado de cárcere mais de 10 horas após sequestro e roubo

Foi localizado na manhã desta quinta-feira (4), o professor de agronomia de 33 anos, que foi sequestrado e mantido em cárcere privado durante o roubo da camionete em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. Ele permaneceu mais de 10 horas em poder dos assaltantes. Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, o […]

Renata Portela Publicado em 04/06/2020, às 08h51 - Atualizado às 09h23

Imagem ilustrativa (MS Todo Dia)
Imagem ilustrativa (MS Todo Dia) - Imagem ilustrativa (MS Todo Dia)

Foi localizado na manhã desta quinta-feira (4), o professor de agronomia de 33 anos, que foi sequestrado e mantido em cárcere privado durante o roubo da camionete em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande. Ele permaneceu mais de 10 horas em poder dos assaltantes.

Conforme as primeiras informações da Polícia Militar, o professor foi sequestrado durante o roubo da Hilux e levado para uma região próxima de Paraíso das Águas, município vizinho. Ele foi mantido em cárcere, vigiado por um dos assaltantes e solto na manhã desta quinta-feira.

Uma testemunha que passava pela região viu a vítima, a reconheceu e levou até o batalhão da Polícia Militar de Chapadão do Sul. A camionete do professor já tinha sido encontrada em Água Clara, quando era levada para outro município por um receptador.

Sequestro e desaparecimento

Por volta das 15 horas a esposa do professor procurou a polícia para relatar o desaparecimento do marido. Ele estava na camionete Hilux preta, com um aluno, em uma estrada vicinal nas proximidades da universidade. Eles estavam trabalhando e o aluno foi até um local cobrir uma tubulação, enquanto o professor ficou na estrada, com a camionete.

Quando o aluno retornou, não encontrou mais o professor. Ele telefonou para a vítima, que não atendeu. Ele estranhou o fato e comunicou a polícia e, em verificação nas imagens das câmeras da universidade, foi possível ver o momento em que a camionete passa em alta velocidade, seguindo uma moto e uma picape.

Já na madrugada desta quinta-feira (4), por volta das 3 horas, rapaz de 28 anos foi preso com a Hilux em Água Clara. Ele foi abordado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e acabou confessando que pegou o veículo em um matagal em Chapadão do Sul e deveria levar até Dourados, onde receberia R$ 3 mil pelo serviço.

O rapaz não soube dar outros detalhes sobre o roubo e nem onde estaria a vítima. O caso é tratado como roubo majorado pela restrição de liberdade da vítima.

Jornal Midiamax