Polícia

Policial é morto por pistoleiros na frente de casa na fronteira

Antonio Alvarenga, suboficial da Polícia Nacional do Paraguai, foi executado por pistoleiros na tarde desta segunda-feira (11), na cidade de Yby Yaú, localizada a cerca de 100 quilômetros de Pedro Juan Caballero, que fica na linha internacional com Ponta Porã. Este já é o segundo caso em menos de uma semana. A vítima estava na […]

Renan Nucci Publicado em 11/05/2020, às 17h07 - Atualizado em 12/05/2020, às 12h02

Policial estava de folga quando foi atacado. Foto: Divulgação
Policial estava de folga quando foi atacado. Foto: Divulgação - Policial estava de folga quando foi atacado. Foto: Divulgação

Antonio Alvarenga, suboficial da Polícia Nacional do Paraguai, foi executado por pistoleiros na tarde desta segunda-feira (11), na cidade de Yby Yaú, localizada a cerca de 100 quilômetros de Pedro Juan Caballero, que fica na linha internacional com Ponta Porã. Este já é o segundo caso em menos de uma semana.

A vítima estava na frente de casa, no bairro Villa Real, quando os atiradores se aproximaram e o mataram. O suboficial era lotad em Pedro Juan Caballero e estava de folga quando foi atacado. A Polícia Nacional e o Ministério Público investigam as circunstâncias do homicídio. Não há informações sobre suspeitos.

No sábado, Ivan Bazan Salinas, de 46 anos, ex-militar da Polícia Nacional, foi executado a tiros por pistoleiros em Pedro Juan Caballero.  Ele estava em sua casa saiu no fim da manhã deste sábado (9), com sua camionete Toyota Fonturner quando dois pistoleiros se aproximaram e fizeram vários disparos contra ele.

Jornal Midiamax