Polícia

Policiais encontram celulares e armas artesanais na Unei Dom Bosco em pente-fino

Após aproximadamente três horas, teve fim o pente-fino realizado pelo Batalhão de Choque na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, na manhã desta quinta-feira (9). A vistoria acontece em meio a cenário de manifestação dos agentes e também de troca na diretoria daquela unidade. Segundo o agente Paulo Henrique, foram apreendidos três celulares e […]

Renata Portela Publicado em 09/01/2020, às 11h08

None

Após aproximadamente três horas, teve fim o pente-fino realizado pelo Batalhão de Choque na Unei (Unidade Educacional de Internação) Dom Bosco, na manhã desta quinta-feira (9). A vistoria acontece em meio a cenário de manifestação dos agentes e também de troca na diretoria daquela unidade.

Policiais encontram celulares e armas artesanais na Unei Dom Bosco em pente-fino
Canil do Choque participou da ação (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Segundo o agente Paulo Henrique, foram apreendidos três celulares e várias armas artesanais, material que não foi disponibilizado para serem fotografados pela imprensa. Ele contou que nos celulares já foram encontradas conversas revelando planos entre os internos e pessoas de fora, para entrega de drogas, bebidas e armas na Unei.

Para o agente, isso só confirma a suspeita que eles já tinham de que ex-internos ou outras pessoas estariam entregando os materiais ilícitos lá dentro e até mesmo invadindo a unidade. Conforme Paulo, a operação de vistoria foi tranquila e não teve qualquer alteração por parte dos internos. Os celulares serão analisados pela diretoria da unidade, para saberem o teor das conversas.

Manifestação e mudanças

Nesta quinta-feira, foi publicada a dispensa do diretor-adjunto da Unei. A informação obtida pelo Jornal Midiamax é de que ele pediu para ser dispensado e deve ser substituído nos próximos dias. Além dele, uma agente que estava lotada na Unei Los Angeles, onde ocorreu um princípio de motim na segunda-feira (6), pediu para ser removida para a Unei Dom Bosco.

As mudanças ocorrem em meio ao cenário de manifestação dos agentes, que pedem melhorias tanto estruturais quando de condições de serviço ao Governo. A situação da Unei Dom Bosco, principalmente, foi evidenciada após a fuga em massa de 26 internos em 16 de dezembro de 2019.

Caso não haja resposta do Governo na próxima semana, aproximadamente, os agentes podem paralisar as atividades.

Jornal Midiamax