Polícia prende quadrilha que roubava caminhonetes e fez morador de MS refém

Um dos envolvidos é adolescente de 15 anos que já tinha passagens pela polícia. Vítima foi deixada amarrada em canavial.
| 17/12/2020
- 18:37
Polícia prende quadrilha que roubava caminhonetes e fez morador de MS refém
Pena para os crimes pode ultrapassar 14 anos de prisão (Foto: Divulgação/ PC) - Pena para os crimes pode ultrapassar 14 anos de prisão (Foto: Divulgação/ PC)

As polícias civil e militar prenderam, na manhã desta quarta-feira (17), dois dos três integrantes de uma quadrilha especializada em roubar caminhonetes. O último foi no dia 8 de dezembro, quando fizeram um morador da cidade de Ivinhema, distante 306 km da Capital, refém dentro de sua própria casa para roubar uma S10. O terceiro já havia sido preso no mesmo dia do crime.

Entre os presos está um adolescente de 15 anos. O mentor do , de 21, foi abordado pela PM no mesmo dia na cidade de Itaquiraí. Ele confessou aos policiais que esperaram a vítima acordar e pularam o muro, rendendo-a com um revólver calibre 38, encontrado pelos policiais em sua bolsa no momento da abordagem.

O crime ocorreu no dia 8 deste mês, quando, ao utilizarem a arma apreendida, ainda levaram dinheiro, videogame, tênis e a caminhonete S10 da vítima. Em seguida, o amarraram em um canavial da cidade e esconderam o veículo.

Os outros dois, um adolescente de 15 anos e um jovem de 18, foram localizados após diligências em Ivinhema. Este último já havia sido preso em flagrante no dia 30 de novembro, tentando furtar uma loja de móveis na cidade, e no dia 25 de setembro, pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), transportando uma caminhonete roubada em Angélica.

O delegado Robson Ferraz Gonçalves, responsável pelas investigações, solicitou a expedição do mandado de prisão do jovem e internação do adolescente, cumpridos nesta quinta-feira (17). O mentor do crime, de 21 anos, já estava preso preventivamente.

Com o desenrolar das investigações, estas já apontaram que os três autores podem ter participação no de outras duas caminhonetes, uma Ford F1000 e uma Ford F350. Ao todo, a pena deles pode ultrapassar 14 anos de prisão.

Eles responderão por roubo com três agravantes (restrição da liberdade da vítima, concurso de pessoas e violência com emprego de arma de fogo) e corrupção de menor de idade, com ele praticando infração penal.

Veja também

Uma comerciante sofreu escoriações leves em um grave acidente entre uma caminhonete S-10 e uma...

Últimas notícias