Polícia

Polícia prende 3 homens carimbando 2 t de carne imprópria para consumo

Três homens foram presos por policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira), após serem flagrados carimbando duas toneladas de carne imprópria para consumo. O caso foi registrado na semana passada, quando a polícia abordou um caminhão baú frigorífico na BR-463, e só foi divulgado nesta terça-feira (09). Os policiais realizavam policiamento […]

Dayene Paz Publicado em 09/06/2020, às 16h31 - Atualizado em 10/06/2020, às 09h37

Apreensão foi realizada na BR-463. Imagem: Divulgação
Apreensão foi realizada na BR-463. Imagem: Divulgação - Apreensão foi realizada na BR-463. Imagem: Divulgação

Três homens foram presos por policiais da Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira), após serem flagrados carimbando duas toneladas de carne imprópria para consumo. O caso foi registrado na semana passada, quando a polícia abordou um caminhão baú frigorífico na BR-463, e só foi divulgado nesta terça-feira (09).

Os policiais realizavam policiamento entre os municípios de Dourados e Ponta Porã, quando observaram – às margens da rodovia -, três homens em atitude suspeita em um caminhão baú frigorífico. Ao abordarem os suspeitos, os policiais constataram que dois deles estavam carimbando de maneira irregular as peças de carne, utilizando um carimbo de inspeção sanitária municipal.

Os policiais solicitaram apoio de profissionais da Iagro (Agência Estadual de Vigilância Sanitária Animal e Vegetal) e da Vigilância Sanitária. Foram confeccionadas autuações administrativas por parte da Iagro e a Vigilância Sanitária recolheu para destruição toda carne considerada imprópria para o consumo.

Os três homens que estavam no caminhão foram levados para a sede da Defron, onde foram autuados em flagrante por crimes contra a relação de consumo. Como o crime não é cabível arbitramento de fiança na esfera policial, eles foram encaminhados ao sistema penitenciário estadual, onde permanecem à disposição da Justiça.

Jornal Midiamax