Polícia

Polícia pede prisão preventiva de integrante do PCC que torturou adolescente

A Polícia Civil de Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande, representou pela prisão preventiva do homem de 25 anos preso em flagrante na tarde de quarta-feira (05), depois de espancar, torturar e manter em cárcere por mais de 12 horas a namorada de apenas 15 anos. O suspeito seria integrante do PCC. […]

Renan Nucci Publicado em 06/08/2020, às 13h49

Imagem mostra marca das agressões no Corpo da Vítima. Foto: Divulgação
Imagem mostra marca das agressões no Corpo da Vítima. Foto: Divulgação - Imagem mostra marca das agressões no Corpo da Vítima. Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande, representou pela prisão preventiva do homem de 25 anos preso em flagrante na tarde de quarta-feira (05), depois de espancar, torturar e manter em cárcere por mais de 12 horas a namorada de apenas 15 anos. O suspeito seria integrante do PCC.

De acordo com o delegado Felipe Potter, responsável pelo inquérito, apesar da violência praticada, não há indícios de crime sexual. Conforme já noticiado, a vítima foi mantida em cárcere privado desde a noite de terça-feira (4) até por volta das 17 horas de quarta-feira. 

Assim, segundo relato da adolescente, ela foi cruelmente torturada, arrastada pelo cabelo, espancada. Além disso, levou chutes e o namorado bateu com um botijão de gás na cabeça dela. Também foi revelado que ela teve o cabelo cortado com uma faca e o rapaz a filmou ensanguentada, dizendo que enviaria para os irmãos do PCC

Ainda segundo apurado pela Polícia Civil, o rapaz alegava que estava com ciúmes. Só após mais de 12 horas a vítima conseguiu escapar do cárcere e procurou a delegacia na companhia da mãe. Assim, equipes do SIG (Setor de Investigações Gerais) fizeram buscas e prenderam o autor em flagrante. Já a vítima foi levada ao hospital para atendimento médico.

Jornal Midiamax