Polícia

Polícia já tem suspeito de executar jovem com 5 tiros na varanda de casa nas Moreninhas

A Polícia Civil prossegue com as investigações e tem um suspeito de executar Lucas de Moraes Charão, de 24 anos, com cinco tiros na madrugada no último dia 26 de novembro. O crime ocorreu quando a vítima estava na varanda de uma residência na rua Araticum, bairro Moreninhas, em Campo Grande. Ainda, de acordo com […]

Dayene Paz Publicado em 04/12/2020, às 10h00

Lucas foi assassinado com cinco tiros. Imagem: Reprodução / Facebook
Lucas foi assassinado com cinco tiros. Imagem: Reprodução / Facebook - Lucas foi assassinado com cinco tiros. Imagem: Reprodução / Facebook

A Polícia Civil prossegue com as investigações e tem um suspeito de executar Lucas de Moraes Charão, de 24 anos, com cinco tiros na madrugada no último dia 26 de novembro. O crime ocorreu quando a vítima estava na varanda de uma residência na rua Araticum, bairro Moreninhas, em Campo Grande.

Ainda, de acordo com o delegado João Reis Belo, da 4ª DP de Campo Grande, a polícia ainda busca testemunhas do crime e apura a principal motivação. Contudo, outras informações não foram repassadas, para não atrapalhar a investigação. Lucas de Moraes tinha passagens criminais.

O crime aconteceu por volta da 1h45 da madrugada desta quinta (26), na rua Araticun. Uma amiga de Lucas contou que estava na sua companhia bebendo na varanda quando um homem identificado como ‘Veinho’ teria chegado junto de seu irmão e armado invadiu a casa apontando o revólver para a vítima fazendo disparos, mas o segundo disparo falhou e o autor saiu voltando minutos depois.

A mulher teria pedido para ele ainda não atirar, mas ele teria respondido “não é nada com você”, e em seguida fez mais disparos contra Lucas sendo que arma falhou pela segunda vez. Mas, ‘Veinho’ voltou e fez outros disparos contra a vítima que foi atingida no olho, maxilar, pescoço, ombro e na parte esquerda da cabeça.

Lucas chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu na UPA (Unidade Pronto Atendimento) das Moreninhas. O autor fugiu com seu irmão em uma bicicleta e ainda não foi encontrado.

Jornal Midiamax