Polícia

Polícia desmonta acampamento ilegal de pesca nas margens do Rio Aquidauana

A PMA (Polícia Militar Ambiental) desmontou acampamento ilegal de pesca à margem do rio Aquidauana e autua empresário em R$ 5 mil nesta segunda-feira (05). De acordo com a polícia, durante fiscalização preventiva à pesca predatória no rio Aquidauana, policiais ambientais de localizaram um acampamento ilegal para a pesca, no município, na região conhecida como […]

Diego Alves Publicado em 05/10/2020, às 23h41 - Atualizado às 23h41

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA - Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) desmontou acampamento ilegal de pesca à margem do rio Aquidauana e autua empresário em R$ 5 mil nesta segunda-feira (05). De acordo com a polícia, durante fiscalização preventiva à pesca predatória no rio Aquidauana, policiais ambientais de localizaram um acampamento ilegal para a pesca, no município, na região conhecida como Porto das Éguas, nas proximidades da rodovia MS-170, a 90 km da zona urbana da cidade.

Polícia desmonta acampamento ilegal de pesca nas margens do Rio Aquidauana
Divulgação, PMA

No local, havia vários pescadores, porém, um empresário assumiu a responsabilidade pelo acampamento. Ele havia degradado as matas ciliares do rio (área protegida), para instalar o acampamento.

O responsável pelo acampamento, um empresário paranaense, de 40 anos, extraiu vegetação nativa protegida para instalação de barracas, e até de banheiro adaptado de lona, bem como área para colocar bebidas e mantimentos, tudo a menos de 50 metros do rio, onde a distância mínima a ser protegida é de 100 metros.

O infrator, residente em Cambirá (PR), foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 5 mil. A equipe ordenou a remoção do acampamento.

Jornal Midiamax