Polícia

Polícia desmonta acampamento e aprende petrechos ilegais de pesca

A PMA (Polícia Militar Ambiental) desmontou um acampamento de pesca e apreende tarrafas, anzóis de galho e outros petrechos que seriam utilizados em pesca na piracema em Rochedo. De acordo com a polícia, durante fiscalização ambiental no Rio São João, afluente do rio Aquidauana, nas proximidades de uma chácara hoje (23) à tarde, Policiais Militares […]

Diego Alves Publicado em 23/11/2020, às 22h10

None

A PMA (Polícia Militar Ambiental) desmontou um acampamento de pesca e apreende tarrafas, anzóis de galho e outros petrechos que seriam utilizados em pesca na piracema em Rochedo.

De acordo com a polícia, durante fiscalização ambiental no Rio São João, afluente do rio Aquidauana, nas proximidades de uma chácara hoje (23) à tarde, Policiais Militares Ambientais do Posto Avançado da Cachoeira do Sossego, montado para a fiscalização na piracema, no município de Rochedo, localizaram um acampamento de pesca, que seria utilizado para pesca durante a piracema.

No acampamento que ficava distante da margem do rio, possivelmente para não ser visto, havia barracas de lona e não havia ninguém no momento da chegada dos Policiais. Foram apreendidas no local três tarrafas, três anzóis de galho (petrechos proibidos) e sete molinetes e carretilhas com varas, além de lonas, fogareiros de duas bocas com botijão de gás, caixa térmica e uma foice.

Os proprietários dos petrechos ilegais não foram localizados e os Policiais calculam que os infratores praticariam pesca durante a piracema e podem ter sido avisados da presença da fiscalização. De qualquer forma se evitou pesca ilegal, que é o importante da fiscalização preventiva e motivo pelo qual esses Postos às margens de rios montados durante a piracema são fundamentais.

Jornal Midiamax