Polícia

Polícia de MS faz treinamento contra a evolução do ‘Novo Cangaço’

Policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Especiais), policiais civis do SIG (Setor de Investigação Geral) e da 1ª Delegacia de Polícia, com apoio da Guarda Municipal e PRF (Polícia Rodoviária Federal) fizeram uma simulação contra assaltos a bancos em Dourados, cidade a 229 quilômetros de Campo Grande, na noite desta quinta-feira (10). O treinamento […]

Diego Alves Publicado em 10/12/2020, às 22h54 - Atualizado em 11/12/2020, às 08h35

Simulação ocorrida em Dourados (polícia, divulgação)
Simulação ocorrida em Dourados (polícia, divulgação) - Simulação ocorrida em Dourados (polícia, divulgação)

Policiais militares do Bope (Batalhão de Operações Especiais), policiais civis do SIG (Setor de Investigação Geral) e da 1ª Delegacia de Polícia, com apoio da Guarda Municipal e PRF (Polícia Rodoviária Federal) fizeram uma simulação contra assaltos a bancos em Dourados, cidade a 229 quilômetros de Campo Grande, na noite desta quinta-feira (10).

Polícia de MS faz treinamento contra a evolução do ‘Novo Cangaço’
divulgação, polícia

O treinamento é contra ações criminosas atualmente conhecidas como “Domínio de Cidades” que é, segundo a polícia, evolução do “Novo Cangaço”, tal como ocorreram nos últimos dias nas cidades de Criciúma (SC) e Cametá (PA).

A simulação envolveu supostos bandidos, tiros de festim e bombas de efeito moral na Avenida Joaquim Teixeira Alves, onde há agências bancárias e ficou interditada. Rodovias que dão acesso à cidade também foram interditadas.

A polícia informa que vem desenvolvendo ações de respostas imediatas ao “Domínio de Cidades” que trata-se de grandes roubos contra instituições financeiras com interdição de vias com veículos em chamas e até utilização de reféns, como as ocorridas em cidades do interior do País.

Ainda segundo a polícia, as ações visam a prevenção, resposta imediata e subsidiar as investigações pós crime. Também é informado pelas autoridades que o planejamento começou em 2015 e desde essa época as tropas policiais locais planejaram ações de pronta resposta.

Tanto o Bope quanto o Garras citam como exemplo de ação contra este tipo de crime, o ocorrido em Sonora 2016 e o roubo do carro forte em dezembro de 2019 onde foram apreendidos um arsenal de guerra e 5 criminosos que confrontaram com a força policial vieram a óbito, sendo um deles ” Zé de Lessa” o As de Ouros do crime na Bahia.

Jornal Midiamax