Polícia

Vizinho é preso pelo assassinato de Carla no Tiradentes

Vizinho de 21 anos foi preso pela DEH (Delegacia Especializada de Homicídios) nesta terça-feira (14), como principal suspeito do assassinato de Carla Santana Magalhães, de 25 anos, sequestrada no dia último dia 30 de junho, e encontrada morta no dia 3 destes mês, em frente a um bar perto da casa dela, na região do […]

Renan Nucci Publicado em 14/07/2020, às 21h22 - Atualizado em 15/07/2020, às 08h07

Carla foi sequestrada e morta em Campo Grande. Imagem: Divulgação
Carla foi sequestrada e morta em Campo Grande. Imagem: Divulgação - Carla foi sequestrada e morta em Campo Grande. Imagem: Divulgação

Vizinho de 21 anos foi preso pela DEH (Delegacia Especializada de Homicídios) nesta terça-feira (14), como principal suspeito do assassinato de Carla Santana Magalhães, de 25 anos, sequestrada no dia último dia 30 de junho, e encontrada morta no dia 3 destes mês, em frente a um bar perto da casa dela, na região do bairro Tiradentes, em Campo Grande.

Ele teria confessado o crime. Conforme apurado, os policiais passaram o dia em buscas na casa do homem e, nesta noite, juntamente com a perícia, fazem exame de luminol no local, em busca de vestígios de sangue. No entanto, a Polícia Civil ainda não revelou detalhes sobre circunstâncias e motivação do crime.

A vítima foi degolada e teve o corpo perfurado.Ela foi encontrada sem roupas em frente a conveniência, que fica na esquina de sua casa. A jovem desapareceu no dia 30 de junho quando saiu para ir a um mercado na companhia de uma amiga. No dia do sequestro ela teria gritado por socorro. A mãe da jovem estava assistindo televisão quando ouviu os gritos e ao sair, Carla já tinha sido levada.

Jornal Midiamax