Polícia

Polícia apreende mais de 600 quilos de maconha na fronteira de MS

Uma operação de agentes especiais da SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai) da base de Pedro Juan Caballero, localizaram no final da tarde desta terça-feira (9) um galpão nas proximidades da Linha Internacional onde funcionava um depósito de entorpecente e também servia com oficina onde compartimentos falsos eram feitos para a armazenagem da droga que […]

Marcos Morandi Publicado em 10/06/2020, às 06h36 - Atualizado às 08h58

Local era usado como depósito de recicláveis. (Foto: SENAD)
Local era usado como depósito de recicláveis. (Foto: SENAD) - Local era usado como depósito de recicláveis. (Foto: SENAD)

Uma operação de agentes especiais da SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai) da base de Pedro Juan Caballero, localizaram no final da tarde desta terça-feira (9) um galpão nas proximidades da Linha Internacional onde funcionava um depósito de entorpecente e também servia com oficina onde compartimentos falsos eram feitos para a armazenagem da droga que era enviada para o Brasil.

Segundo o promotor público Marco Amarilla, o ponto era estratégico e ficava bem no limite entre Pedro Juan e Ponta Porã e aparentemente servia como depósito de recicláveis e desmanche de carros para venda de peças usadas. No local foram apreendidos 622 quilos de maconha prensada e e meio quilo da droga picada.

Durante a ação policial, foram presos os paraguaios Yoni Gómez Giménez de 32 anos, Pedro Benitez Lópes de 48 anos, Silvio Maidana Chávez de 28 anos e o brasileiro Féliz Augusto Lima de 35 anos.

Todos foram levados para a sede da SENAD em Pedro Juan Caballero, onde ficaram á disposição do Ministério Público local.

Jornal Midiamax