Polícia

Polícia apreende mais de 150 kg de maconha encomendada por preso

Equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar apreendeu na manhã deste sábado (13), mais de 150 quilos de maconha que chegava em Campo Grande. Dois homens foram presos e afirmaram que a droga foi encomendada por um preso que cumpre regime fechado. Este preso orientaria como ocorreria a distribuição da droga na Capital. Conforme […]

Dayene Paz Publicado em 13/06/2020, às 12h13 - Atualizado às 12h16

Dois homens foram presos com a droga. Imagem: Divulgação, Choque
Dois homens foram presos com a droga. Imagem: Divulgação, Choque - Dois homens foram presos com a droga. Imagem: Divulgação, Choque

Equipe do Batalhão de Choque da Polícia Militar apreendeu na manhã deste sábado (13), mais de 150 quilos de maconha que chegava em Campo Grande. Dois homens foram presos e afirmaram que a droga foi encomendada por um preso que cumpre regime fechado. Este preso orientaria como ocorreria a distribuição da droga na Capital.

Conforme as informações repassadas pelo Choque, a equipe recebeu uma denúncia anônima de que nesta manhã, um veículo Pegeot 208, cor branca, estaria carregado com maconha e chegaria em Campo Grande. O Choque então realizou diligências e localizou o veículo informado circulando pela Avenida Gunter Hans, sentido bairro.

O Choque acompanhou o veículo até entrar em uma residência, quando então foi feita a abordagem. Um envolvido fugiu pulando muros de residências. Este seria o responsável por receber e guardar o entorpecente. Os outros dois homens, de 20 e 22 anos, foram abordados.

Durante buscas no veículo, foram localizados nos bancos traseiros e no porta-malas, diversos fardos de maconha, que somados totalizaram 152,2 quilos. A dupla informou que foi buscar a droga em Bela Vista a mando de um detento que se encontra custodiado em regime fechado, que seria o dono da droga e responsável por orientar a distribuição em Campo Grande.

Eles receberiam uma quantia em dinheiro pelo serviço, mas não informaram qual. Os dois foram presos em flagrante e levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Jornal Midiamax