Polícia

Para monitorar carga em MS, traficantes põem GPS em tabletes de maconha

O tráfico de drogas continua inovando na fronteira. Nesta quarta-feira a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu um Ford Fiesta com 179 kg de maconha e 2 kg de haxixe. Em um dos tabletes os agentes encontraram um GPS. Um Fiat Pálio estava sendo usado como batedor. Durante a operação na BR 463,  na região do […]

Marcos Morandi Publicado em 20/02/2020, às 08h38 - Atualizado às 13h34

A droga seria levada para São José do Rio Preto. (Foto: Divulgação)
A droga seria levada para São José do Rio Preto. (Foto: Divulgação) - A droga seria levada para São José do Rio Preto. (Foto: Divulgação)

O tráfico de drogas continua inovando na fronteira. Nesta quarta-feira a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu um Ford Fiesta com 179 kg de maconha e 2 kg de haxixe. Em um dos tabletes os agentes encontraram um GPS. Um Fiat Pálio estava sendo usado como batedor.

Durante a operação na BR 463,  na região do  no Capey,  a PRF prendeu duas pessoas. Questionado sobre o GPS, que continha um chip da operadora Vivo, um dos traficantes disse que era “para o transportador não dar um perdido na carga”.

Segundo declarações dos presos aos agentes da PRF, a droga tinha como destino a cidade de São José do Rio Preto. Eles revelaram que o batedor receberia R$  5 mil e o motorista com a carga receberia R$ 15 mil.

Jornal Midiamax