Polícia

Indiciado, pai que fez manobra de moto com filho pendurado no Nova Lima se diz ‘arrependido’

O pai que aparece em um vídeo postado nas redes sociais fazendo ‘zerinho’ com uma motocicleta, com o filho de 5 anos pendurado no pneu foi encontrado pelos investigadores nesta segunda-feira (6), no bairro Nova Lima e levado para a delegacia para prestar esclarecimentos. A criança também foi ouvida. Segundo a delegada Franciele Candotti da […]

Thatiana Melo Publicado em 07/04/2020, às 10h17 - Atualizado às 13h44

Pai foi encontrado e levado para a delegacia (Reprodução)
Pai foi encontrado e levado para a delegacia (Reprodução) - Pai foi encontrado e levado para a delegacia (Reprodução)

O pai que aparece em um vídeo postado nas redes sociais fazendo ‘zerinho’ com uma motocicleta, com o filho de 5 anos pendurado no pneu foi encontrado pelos investigadores nesta segunda-feira (6), no bairro Nova Lima e levado para a delegacia para prestar esclarecimentos. A criança também foi ouvida.

Segundo a delegada Franciele Candotti da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) disse ao Jornal Midiamax que o pai e a mãe do menino contaram ser, apenas, ‘brincadeira’ o que foi feito, mas reconheceram ser perigoso, ser crime e se disseram arrependidos em depoimento.

O menino também foi ouvido e contou que o pai sempre ‘brincava’ com ele na moto daquela maneira. Franciele disse que os pais serão indiciados por maus-tratos e expor a vida de outro a perigo. Outras testemunhas ainda devem ser ouvidas nos próximos dias.

‘Zerinho’ com o filho

Um vídeo postado em um perfil no Facebook deixou muitos internautas chocados com a atitude de um pai, que colocou o filho ‘pendurado’ na roda de uma motocicleta que pilotava enquanto fazia ‘zerinhos’, com a criança na noite de domingo (5).

Na postagem intitulada por ele está: Na quarentena com o filhão. Alguns responderam a postagem do homem com indignação e preocupação com a criança, que poderia vir a sofrer um acidente grave. O vídeo foi gravado em uma rua do bairro do Nova Lima, em frente a uma unidade de saúde.

De acordo com o ECA (Estatuto da Criança e Adolescente) o homem foi enquadrado, nos crimes de maus-tratos, que dispõe o artigo 136: “expor a perigo a vida ou a saúde de pessoa sob sua autoridade, guarda ou vigilância, para fim de educação, ensino, tratamento ou custódia, quer privando-a de alimentação ou cuidados indispensáveis, quer sujeitando-a a trabalho excessivo ou inadequado, quer abusando de meios de correção ou disciplina. Pena – detenção, de 2 meses a 1 ano, ou multa”.

Jornal Midiamax