Polícia

Neto vai morar com avó de 84 anos e deixa prejuízo de R$ 15 mil a ela

Idosa de 84 anos moradora em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande, procurou a Delegacia de Polícia Civil nesta terça-feira (13) para denunciar o neto. Ele teria se apoderado dos cartões dela e deixado prejuízo de aproximadamente R$ 15 mil. Conforme boletim de ocorrência, o homem de 32 anos foi morar com ela por […]

Renan Nucci Publicado em 13/10/2020, às 18h46 - Atualizado em 14/10/2020, às 09h01

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Idosa de 84 anos moradora em Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande, procurou a Delegacia de Polícia Civil nesta terça-feira (13) para denunciar o neto. Ele teria se apoderado dos cartões dela e deixado prejuízo de aproximadamente R$ 15 mil.

Conforme boletim de ocorrência, o homem de 32 anos foi morar com ela por conta da pandemia do coronavírus (Covid-19). Desde então passou a levá-la para realizar as atividades bancárias e solicitou cartões de crédito em nome dela.

A partir do dia 22 de setembro, ela começou a registrar uma série de compras online e em diversos comércios da cidade em nome dela, no valor de R$ 13 mil. Também houve compras no valor de R$ 500 no débito, mais R$ 600 no débito em outra conta dela e um saque de R$ 1.360. 

Ele responde por “apropriar-se ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento de idos, dando-lhes aplicação diversa de sua finalidade”, e “por reter cartão de conta bancária relativo a proventos de idoso”.

Jornal Midiamax