Polícia

Mulher inventa roubo de celular à polícia e vai responder por falsa comunicação

Mulher de 21 anos foi indiciada pela Polícia Civil de Costa Rica, município distante 384 quilômetros de Campo Grande, por falsa comunicação de crime. Ela mentiu alegando que havia sido assaltada, tendo o celular roubado, quando na verdade, perdeu o aparelho. De acordo com o delegado Gustavo Mendes, responsável pelo inquérito, ela foi à delegacia […]

Renan Nucci Publicado em 01/09/2020, às 13h29

Caso foi registrado na DP de Costa Rica (Foto: MS Todo Dia)
Caso foi registrado na DP de Costa Rica (Foto: MS Todo Dia) - Caso foi registrado na DP de Costa Rica (Foto: MS Todo Dia)

Mulher de 21 anos foi indiciada pela Polícia Civil de Costa Rica, município distante 384 quilômetros de Campo Grande, por falsa comunicação de crime. Ela mentiu alegando que havia sido assaltada, tendo o celular roubado, quando na verdade, perdeu o aparelho.

De acordo com o delegado Gustavo Mendes, responsável pelo inquérito, ela foi à delegacia da cidade na madrugada de domingo, alegando que foi roubada. Ela disse que dois homens em uma moto a abordaram enquanto ela seguia com a irmão e lhe tomaram o aparelho avaliado em R$ 1.800, e mais R$ duzentos.

No entanto, ao iniciar as investigações no dia seguinte, a fim de identificar os bandidos, os policiais se depararam com várias inconsistências no relato da vítima. Questionada novamente, ela acabou revelando que havia perdido o celular na ocasião, mas que acabou rastreando e localizado o aparelho após acionar a polícia.

“Diante do falso relato da mulher, que, fundado em uma falsa notícia de crime, movimentou todo o aparato estatal, já que fora registrada ocorrência e efetuadas diversas diligências na tentativa de localizar o aparelho e descobrir a identidade dos supostos ladrões, a vítima foi indiciada pelo crime de comunicação falsa de crime, cuja pena pode chegar a seis meses de detenção”, disse o delegado..

Jornal Midiamax