Polícia

Mulher ferida a tiros após ver amiga assassinada pelo padrasto segue internada no CTI

Continua internada e com sedação leve a mulher de 33 anos, ferida a tiros pelo padrasto da amiga na madrugada do sábado (15). No dia do crime, Ademir Ferreira Lima, de 50 anos, atirou contra as duas mulheres e acabou matando a enteada, Margareth de Jesus Fernandes, de 35 anos. Conforme a assessoria da Santa […]

Renata Portela Publicado em 17/08/2020, às 09h25

 (Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Continua internada e com sedação leve a mulher de 33 anos, ferida a tiros pelo padrasto da amiga na madrugada do sábado (15). No dia do crime, Ademir Ferreira Lima, de 50 anos, atirou contra as duas mulheres e acabou matando a enteada, Margareth de Jesus Fernandes, de 35 anos.

Conforme a assessoria da Santa Casa, onde a vítima segue internada, ela está levemente sedada no CTI (Centro de Terapia Intensiva). Ainda está em recuperação do procedimento cirúrgico realizado no sábado e o estado de saúde é considerado estável, mas sem previsão de deixar o CTI.

Feminicídio e tentativa de homicídio

Na madrugada de sábado, Ademir atirou contra a enteada Margareth, que morreu no local, e também contra a amiga dela. Ainda não há detalhes sobre a motivação do crime, que aconteceu na casa da família no Loteamento Vespasiano Martins.

Após atirar, Ademir foi espancado por testemunhas e ficou em estado grave, também sendo socorrido até a Santa Casa. Lá, ele foi preso em flagrante e permanece sob escolta policial, portanto não é possível saber o estado de saúde.

Também por ter sido internado, ele não prestou depoimento ou esclarecimentos sobre o caso, que será investigado pela Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

Jornal Midiamax