Polícia

MPF pede prisão preventiva de gaúcho flagrado com 28 toneladas de maconha em MS

O gaúcho Vanderlei César Hermman, 39 anos,  teve a prisão preventiva solicitada pelo procurador da República Eduardo Rodrigues Gonçalves,  de Naviraí, do MPF (Ministério Público Federal). O motorista foi flagrado quando transportava 28 toneladas de maconha. Após a apreensão registrada na última quarta-feira (20), que  foi considerada a maior da história do Brasil, foi pedida […]

Marcos Morandi Publicado em 22/05/2020, às 08h32 - Atualizado às 09h31

Carga de ,maconha estava misturada com milho. (Foto: Divulgação)
Carga de ,maconha estava misturada com milho. (Foto: Divulgação) - Carga de ,maconha estava misturada com milho. (Foto: Divulgação)

O gaúcho Vanderlei César Hermman, 39 anos,  teve a prisão preventiva solicitada pelo procurador da República Eduardo Rodrigues Gonçalves,  de Naviraí, do MPF (Ministério Público Federal). O motorista foi flagrado quando transportava 28 toneladas de maconha.

Após a apreensão registrada na última quarta-feira (20), que  foi considerada a maior da história do Brasil, foi pedida a prisão em flagrante do condutor da carreta, que também está  registrada em seu nome. Agora ela deve ser transformada em preventiva.

Segundo consta nos autos, Vanderlei receberia R$ 40 mil para levar a droga de Ponta Porã até São Leopoldo (RS). Para o MPF, trata-se de tráfico internacional de drogas, considerando a quantidade de entorpecente e o fato de ter sido entregue ao motorista em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

O procurador da República Eduardo Rodrigues Gonçalves, também solicitou que a Justiça determine o mais urgente possível a droga apreendida pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) e PF (Polícia Federal).

Jornal Midiamax