Mesmo com tornozeleira, ex-marido persegue e tenta matar mulher espancada

Na madrugada deste sábado (19), mulher de 44 anos foi vítima de tentativa de feminicídio em Campo Grande, após ser perseguida pelo ex-marido. Eles estão separados há sete meses e ela tem contra ele medida protetiva, mas mesmo assim foi vítima das agressões. Conforme a Polícia Militar, equipe foi acionada para ir até a região […]
| 19/12/2020
- 11:06
Mesmo com tornozeleira, ex-marido persegue e tenta matar mulher espancada
(Arquivo) - (Arquivo)

Na madrugada deste sábado (19), mulher de 44 anos foi vítima de tentativa de feminicídio em Campo Grande, após ser perseguida pelo ex-marido. Eles estão separados há sete meses e ela tem contra ele medida protetiva, mas mesmo assim foi vítima das agressões.

Conforme a Polícia Militar, equipe foi acionada para ir até a região da Mata do Jacinto por conta da ocorrência de . No local, encontraram a mulher já desacordada, caída na rua e em seguida uma viatura do (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) também chegou.

A amiga da vítima contou que as duas voltavam a pé para a casa da vítima e que ela acompanhava justamente porque a mulher tinha medo de andar sozinha, por causa do ex. No entanto, ele a abordou no caminho, a golpeou com uma garrafada e deu vários chutes e socos, deixando a vítima desacordada.

Ele só teria parado as agressões quando a amiga foi para cima dele gritando e o filho dela chegou com uma barra de ferro. Também conforme a testemunha, vítima e autor estão separados há sete meses e em agosto a mulher registrou boletim de ocorrência, solicitando medida protetiva. Mesmo assim o ex continuou perseguindo e precisou colocar tornozeleira eletrônica.

O caso é tratado como feminicídio na forma tentada e o suspeito também pode ser preso por descumprir a medida protetiva.

Veja também

Adolescente ainda tentou fugir mesmo depois de ser ferido a tiros

Últimas notícias