Polícia

Membro do PCC explode bomba dentro de presídio e deixa 27 feridos e um morto

Uma bomba explodiu e deixou pelo menos 27 detentos feridos, na penitenciária de Mocovi, na cidade de Trinidad, na Bolívia que faz fronteira com Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande. A bomba foi entregue a um detento que seria membro do PCC (Primeiro Comando da Capital). Uma pessoa morreu. A bomba explodiu na noite […]

Thatiana Melo Publicado em 11/02/2020, às 11h53 - Atualizado às 13h35

Atentado seria briga pelo 'poder' entre os internos (Site El Deber)
Atentado seria briga pelo 'poder' entre os internos (Site El Deber) - Atentado seria briga pelo 'poder' entre os internos (Site El Deber)

Uma bomba explodiu e deixou pelo menos 27 detentos feridos, na penitenciária de Mocovi, na cidade de Trinidad, na Bolívia que faz fronteira com Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande. A bomba foi entregue a um detento que seria membro do PCC (Primeiro Comando da Capital). Uma pessoa morreu.

A bomba explodiu na noite desta segunda (10) deixando pelo menos 27 feridos. O artefato entrou na penitenciária escondido dentro de salgados que foram entregues a outro interno com refrigerantes e batatas fritas. Os explosivos teriam sido enviados por um membro da facção identificado como Oscar, segundo o site El Deber.

O detento identificado como Lucas Rosendy Saraiva recebeu os explosivos e colocou em alguns móveis da penitenciária. Segundo informações o atentado seria uma briga pelo ‘poder’ entre os presos dentro da penitenciária. O nome da vítima fatal não foi divulgado. 

Jornal Midiamax