Polícia

Marido é preso ao agredir esposa com tora de madeira após não encontrar óculos

Um homem de 55 anos foi preso em flagrante ao enforcar a esposa e agredi-la com chutes, pontapés e até tora de madeira, na madrugada desta quarta-feira (9) em Dourados, distante 229 km da Capital. O motivo seria que o homem não havia conseguido achar seus óculos. Ele já tinha passagens por violência doméstica. Segundo […]

Danielle Errobidarte Publicado em 09/12/2020, às 14h29 - Atualizado às 14h42

Além de madeira usada na agressão, vítima contou que levou chutes e socos. (Foto Ilustrativa)
Além de madeira usada na agressão, vítima contou que levou chutes e socos. (Foto Ilustrativa) - Além de madeira usada na agressão, vítima contou que levou chutes e socos. (Foto Ilustrativa)

Um homem de 55 anos foi preso em flagrante ao enforcar a esposa e agredi-la com chutes, pontapés e até tora de madeira, na madrugada desta quarta-feira (9) em Dourados, distante 229 km da Capital. O motivo seria que o homem não havia conseguido achar seus óculos. Ele já tinha passagens por violência doméstica.

Segundo informações do registro policial, a Guarda Municipal foi acionada para atender a ocorrência e, chegando ao local, encontrou o casal no meio da rua, com o autor portando uma tora de madeira na mão, de aproximadamente um metro e meio. A vítima informou que o marido havia perdido os óculos e, quando subiu em uma cadeira para verificar se estava em cima do guarda-roupas, ele começou a ficar violento.

Ela também informou aos policiais que, em seguida, ele a derrubou da cadeira, puxou seus cabelos e lhe deu socos e chutes, além de enforca-la sob a cama. Com dificuldades, ela teria conseguido empurrar o agressor e ir para o lado de fora da casa.

O marido, então, a seguiu e começou a pressioná-la com a tora de madeira contra o muro, quando ela teria começado a sangrar nos braços e gritar por socorro. Segundo a vítima, uma vizinha apareceu e pediu para que ele soltasse a esposa.

Minutos depois, o agressor teria voltado para o interior da residência, mas retornado em direção à vítima. Nesse momento, a guarnição da Guarda Municipal teria chegado, conforme relataram testemunhas.

A mulher sofreu hematomas nas pernas e reclamou de dores. Ainda contou aos guardas que o marido havia sofrido um AVC (Acidente Vascular Cerebral) e estavam morando juntos há cerca de três anos e meio. Após checagem do nome do autor, foi constatado que ele já possuía passagens por violência doméstica.

O homem foi encaminhado à Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) de Dourados e preso em flagrante. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e violência doméstica.

Jornal Midiamax