Polícia

Ladrões agridem e mantêm homem refém por 5 horas em sequestro relâmpago

A Polícia Militar prendeu nesta terça-feira (10) em Costa Rica, a 380 quilômetros de Campo Grande, três criminosos de 18, 27 e 29 anos, suspeitos do sequestro relâmpago de um homem de 48 anos, ocorrido durante a madrugada. A vítima foi agredida pelo grupo e mantida como refém por aproximadamente 5 horas, dentro do próprio […]

Renan Nucci Publicado em 10/11/2020, às 13h44

PM de Costa Rica foi até zona rural e prendeu suspeitos. Foto: Divulgação
PM de Costa Rica foi até zona rural e prendeu suspeitos. Foto: Divulgação - PM de Costa Rica foi até zona rural e prendeu suspeitos. Foto: Divulgação

A Polícia Militar prendeu nesta terça-feira (10) em Costa Rica, a 380 quilômetros de Campo Grande, três criminosos de 18, 27 e 29 anos, suspeitos do sequestro relâmpago de um homem de 48 anos, ocorrido durante a madrugada. A vítima foi agredida pelo grupo e mantida como refém por aproximadamente 5 horas, dentro do próprio carro.

Conforme apurado, a equipe recebeu denúncia de que dois homens e uma mulher haviam acabado de agredir uma pessoa nas proximidades de uma fazenda sentido Chapadão do Sul, e estavam se deslocando de volta para Costa Rica. A PM foi ao encontro dos possíveis autores e se deparou com eles sendo transportados por mototaxistas.

Houve abordagem, ocasião em que foi apontado o local onde estaria a vítima. Os policiais foram até a fazenda e localizaram o homem. Ele afirmou por volta da 1 hora, estava dentro de seu veículo Fiat Strada na Rua Domingos Afonso Amorim, em Costa Rica, quando foi surpreendido pelos bandidos. O rapaz de 18 anos foi quem deu voz de assalto.

“Perdeu, perdeu”, teria dito o autor enquanto ameaçava a vítima. Em seguida, outros dois se aproximaram e passaram a agredir o homem, que foi colocado atrás do banco do motorista. O trio assumiu a direção do veículo e passou a rodar pela cidade por várias horas, até que por volta das 4 horas, seguiram sentido Chapadão do Sul.

Contudo, a picape apresentou falhas mecânicas, sendo abandonada às 6 horas nas proximidades de uma rotatória, onde a vítima foi liberada. Os bandidos então foram embora e o homem conseguiu pedir ajuda a transeuntes, acionando a PM. Durante atendimento da ocorrência, foi constatado que um dos suspeitos estava foragido da justiça.

Os dois homens e a mulher respondem por sequestro, roubo, lesão corporal dolosa, organização criminosa e, no caso do rapaz de 29 de anos, por evasão do local de custódia.

Jornal Midiamax