Polícia

Investigador da PC tem prisão decretada após envolvimento em roubo de carro na Capital

Foi decretada a prisão de um investigador da Polícia Civil de Campo Grande por envolvimento em um roubo de um carro Onix, em abril deste ano. Ele teve seu afastamento publicado no Diário Oficial. As investigações descobriram uma organização criminosa. O roubo aconteceu no dia 15 de abril deste ano, na Avenida Bandeirantes quando o […]

Thatiana Melo Publicado em 06/11/2020, às 09h17

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Foi decretada a prisão de um investigador da Polícia Civil de Campo Grande por envolvimento em um roubo de um carro Onix, em abril deste ano. Ele teve seu afastamento publicado no Diário Oficial. As investigações descobriram uma organização criminosa.

O roubo aconteceu no dia 15 de abril deste ano, na Avenida Bandeirantes quando o investigador junto de outro homem surpreendeu o dono do carro que saia de uma empresa de embalagens na avenida. Segundo o inquérito, o policial estava junto do outro autor para cobrar uma dívida da vítima de um empréstimo de R$ 6 mil.

Eles assumiram a direção do carro levando a vítima junto, que a todo momento era agredida com socos na cabeça pelo investigador que também o ameaçava com a sua arma. Durante o trajeto, o policial teria dito a vítima que por trás dele tinha um ‘grandão’ que não era tão bonzinho como ele.

Depois de várias voltas com a vítima, ela foi deixada no mesmo local de onde foi levada e o carro roubado sendo encontrado em um lava-jato no Parque dos Poderes. Segundo ainda o inquérito, a vítima disse ter pago em 2019 o valor de R$ 4 mil restando, apenas, R$ 2 mil, mas os autores afirmavam que ainda faltava R$ 6 mil por causa dos juros.

No Diário Oficial foi publicada o afastamento do investigador que teve a prisão temporária decretada, sendo que deverá entregar arma, carteira funcional e ter bloqueado o acesso a logins aos bancos de dados da instituição policial.

Jornal Midiamax