Polícia

Integrantes do PCC acusados de matarem rival na frente da mãe são pronunciados

O juiz Evando Endro, da comarca de Itaporã, a 225 quilômetros de Campo Grande, pronunciou na última semana quatro réus pela morte de Anderson Martins dos Reis, de 33 anos. O crime aconteceu em 12 de junho de 2019 e teria sido motivado por disputa entre PCC (Primeiro Comando da Capital) e Comando Vermelho). Assim, […]

Renata Portela Publicado em 11/09/2020, às 14h29

Os quatro acusados foram pronunciados (Foto: Dourados News)
Os quatro acusados foram pronunciados (Foto: Dourados News) - Os quatro acusados foram pronunciados (Foto: Dourados News)

O juiz Evando Endro, da comarca de Itaporã, a 225 quilômetros de Campo Grande, pronunciou na última semana quatro réus pela morte de Anderson Martins dos Reis, de 33 anos. O crime aconteceu em 12 de junho de 2019 e teria sido motivado por disputa entre PCC (Primeiro Comando da Capital) e Comando Vermelho).

Assim, foram pronunciados Alex Sander Maier, o ‘Caçador de Almas’, Kaio Cezar Cardozo Nunes, o ‘Coringa’, Miguel Augusto Souza dos Santos, o ‘XT’ e Harisson Albert Sabino Souza, o ‘Negão’ ou ‘Neginho’. Com isso, os quatro acusados serão julgados pelo homicídio de Anderson.

Ainda nos autos consta que naquele dia 12 de junho, por volta das 22h35, o grupo criminoso matou Anderson a facadas. Além disso, a mãe dele teria presenciado a cena e impedia que os quatro acusados filmassem a morte de Anderson.

Isso, porque conforme apurado nas investigações, os quatro são integrantes do PCC e Anderson era membro do CV. Então, como característica dos tribunais do crime, o assassinato deveria ser registrado em vídeo.

Jornal Midiamax