Polícia

Membro do PCC que matou mulher degolada é preso em MS

Paulo Renato Gomes de 28 anos, acusado de matar degolada Maria Aparecida Vanderlei de 33 anos, em dezembro de 2019, em Nova Casa Verde, distrito a 56 quilômetros de Nova Andradina, acabou preso na noite desta terça-feira (16) pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). A prisão aconteceu por volta das 22 horas desta terça (16), quando […]

Thatiana Melo Publicado em 17/06/2020, às 09h50 - Atualizado às 22h08

None

Paulo Renato Gomes de 28 anos, acusado de matar degolada Maria Aparecida Vanderlei de 33 anos, em dezembro de 2019, em Nova Casa Verde, distrito a 56 quilômetros de Nova Andradina, acabou preso na noite desta terça-feira (16) pela PRF (Polícia Rodoviária Federal).

A prisão aconteceu por volta das 22 horas desta terça (16), quando os policiais faziam a fiscalização na rodovia e pararam Paulo que estava em uma motocicleta na companhia de uma mulher identificada como Ariadna Nadine Santos de 24 anos, que também acabou presa. Na mochila da mulher, os policiais encontraram dois tabletes maconha, que Paulo confessou serem deles os tabletes da drogam que totalizaram mais de 1 quilo. Os dois foram levados para a delegacia, já que contra Paulo havia um mandado de prisão em aberto.

O mandado seria pelo homicídio de Maria Aparecida que foi assassinada degolada a mando de membros do PCC (Primeiro Comando da Capital). A vítima era usuária de drogas. Maria teria passado por um tribunal do crime.

O corpo da vítima foi encontrado por populares em uma estrada vicinal, próximo a uma mata fechada, no dia 14 de dezembro de 2019.

Jornal Midiamax