Polícia

Teimosia e crime: idoso com coronavírus é denunciado por ‘escapadas’ de casa em cidade de MS

No início da semana, idoso de 78 anos foi denunciado em Brasilândia, cidade a 382 quilômetros de Campo Grande que na terça-feira (12) registrou a primeira morte por coronavírus. O homem é um caso positivo da Covid-19 e foi visto várias vezes desrespeitando o isolamento social. Segundo a Polícia Civil, a denúncia foi feita por […]

Renata Portela Publicado em 13/05/2020, às 09h31 - Atualizado às 16h16

Dificuldade para manter idosos em casa durante pandemia geraram memes e piadas (Reprodução, @soueunavida)
Dificuldade para manter idosos em casa durante pandemia geraram memes e piadas (Reprodução, @soueunavida) - Dificuldade para manter idosos em casa durante pandemia geraram memes e piadas (Reprodução, @soueunavida)

No início da semana, idoso de 78 anos foi denunciado em Brasilândia, cidade a 382 quilômetros de Campo Grande que na terça-feira (12) registrou a primeira morte por coronavírus. O homem é um caso positivo da Covid-19 e foi visto várias vezes desrespeitando o isolamento social.

Segundo a Polícia Civil, a denúncia foi feita por meio de WhatsApp, mas o Jornal Midiamax apurou com moradores na cidade que o idoso foi visto algumas vezes na rua, dando ‘escapadas’ de casa. Ele foi testado positivo para coronavírus e deveria cumprir o isolamento domiciliar, no entanto estaria caminhando pelas ruas da cidade.

Ele já tinha sido orientado por agentes de saúde e foi novamente avisado sobre a necessidade de permanecer em casa pelos agentes acompanhados de equipe policial. Ele ainda responderá pela infração de medida sanitária preventiva.

15 casos de covid-19 em Brasilândia

O primeiro caso da Covid-19 no município foi registrado na última semana, uma mulher de 70 anos. Como ela tinha participado de uma festa familiar com pelo menos 20 pessoas, antes do resultado do exame mas já infectada, o município ficou em alerta.

Nesta quarta-feira, a prefeitura de Brasilândia confirmou 15 casos de coronavírus no município, entre pessoas de todas as idades, sendo o último caso registrado de uma menina de 5 anos. Na terça-feira, foi confirmado óbito de André Cardamone Júnior, de 57 anos, genro da idosa de 70 anos que estava internado em Três Lagoas desde que o exame para a Covid-19 foi positivo.

Jornal Midiamax