Polícia

Idosa cai em golpe do cartão clonado e perde R$ 23 mil para estelionatários

Uma idosa de 75 anos, moradora do bairro Vila Vilas Boas, em Campo Grande foi mais uma vítima do golpe do cartão clonado e perdeu cerca de R$ 23 mil para estelionatários. O caso aconteceu no dia 15 de abril e a idosa procurou a delegacia nesta sexta-feira (17), após perceber saques e compras com […]

Thatiana Melo Publicado em 17/04/2020, às 10h41 - Atualizado às 15h13

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Uma idosa de 75 anos, moradora do bairro Vila Vilas Boas, em Campo Grande foi mais uma vítima do golpe do cartão clonado e perdeu cerca de R$ 23 mil para estelionatários. O caso aconteceu no dia 15 de abril e a idosa procurou a delegacia nesta sexta-feira (17), após perceber saques e compras com seus cartões.

Na delegacia, ela disse que no dia 15 de abril recebeu uma ligação de uma pessoa que se dizia funcionário do banco Caixa Econômica Federal afirmando que a idosa teria tido os cartões clonados e precisava passar informações de senhas e dados pessoais para o cancelamento dos cartões.

A vítima disse que fez alguns questionamentos a pessoa, que soube responder fazendo com que ela acreditasse que realmente se tratava de um funcionário do banco. O estelionatário teria dito que um motociclista iria até a sua casa para buscar os cartões e leva-los até a Polícia Federa, e que era para a mulher coloca-los em um envelope junto das senhas.

O estelionatário ainda teria dito a idosa que se ela tivesse outros cartões era para ligar nas centrais de atendimento e fazer o mesmo procedimento. Depois de entregar os cartões e fazer os procedimentos recomendados, vários saques nas contas e compras foram feitas usando os cartões da vítima, que perdeu cerca de R$ 23 mil.

Jornal Midiamax