Polícia

Homens quebram tornozeleiras para invadir casas das ex em Campo Grande

Na última sexta-feira (10), dois homens moradores em Campo Grande foram presos por descumprirem medidas protetivas e ainda romperem as tornozeleiras eletrônicas que usavam para invadirem as casas das ex-mulheres. Um fato aconteceu no Nova Lima e outro no Jardim Inápolis. O primeiro fato foi registrado pela GCM (Guarda Civil Metropolitana), quando um homem de […]

Renata Portela Publicado em 13/04/2020, às 11h55 - Atualizado às 12h48

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Na última sexta-feira (10), dois homens moradores em Campo Grande foram presos por descumprirem medidas protetivas e ainda romperem as tornozeleiras eletrônicas que usavam para invadirem as casas das ex-mulheres. Um fato aconteceu no Nova Lima e outro no Jardim Inápolis.

O primeiro fato foi registrado pela GCM (Guarda Civil Metropolitana), quando um homem de 39 anos foi detido por invadir a casa da ex-mulher, de 36 anos. Segundo a polícia, por volta das 9h40 a vítima ligou pedindo ajuda, porque o ex estava descumprindo a medida protetiva.

Foi constatado que eles foram casados por 11 anos, mas já estão há um ano separados. Ela tem vários boletins de ocorrência contra o ex e ele tenta reatar. Naquela sexta-feira, ele invadiu a casa da ex, no Nova Lima, dizendo que queria ter relações sexuais com ela e ainda rompeu a tornozeleira eletrônica afirmando que aquilo não o impediria de ir até a residência da vítima. Ele acabou preso em flagrante por perturbação da tranquilidade e descumprir medida protetiva de urgência.

No mesmo dia, por volta das 12 horas, homem de 38 anos foi preso no Jardim Inápolis. Ele namorou com a vítima por dois meses e há aproximadamente quatro meses os dois estão separados, mas ele tenta reatar com a vítima. Ela já registrou boletim de ocorrência contra ele e sempre que ele a procura, aciona a Polícia Militar, mas o homem sempre consegue fugir.

Na sexta-feira, ele foi novamente até a casa da vítima, que trancou a casa para que ele não entrasse. Ele tirou a tornozeleira e jogou pela janela para dentro da casa, pegou um martelo e ameaçou a vítima, dizendo que a tornozeleira não seria capaz de pará-lo. Ele foi preso depois de fugir e tentar se esconder na casa de uma irmã.

O homem responderá por ameaça, qualificada por violência doméstica e por descumprir a medida protetiva. Os dois suspeitos foram encaminhados para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) e tiveram a prisão preventiva decretada.

Jornal Midiamax