A Justiça de Mato Grosso do Sul determinou que o homem preso após tentar abusar da sobrinha de 13 anos, seja solto e que mantenha distância de 300 metros da vítima. O caso ocorreu nesta quinta-feira (09), ocasião que o suspeito tentou beijar a menina, que é sobrinha de sua companheira. Ele ainda ofereceu dez reais para que a vítima não contasse sobre o crime.

A decisão saiu nesta sexta-feira (10) e foi determinada pelo juiz em plantão criminal, Alexandre Antunes da Silva. O homem deverá manter distância mínima de 300 metros da menina, além de estar impedido de contatá-la.

Conforme as informações, a adolescente de 13 anos foi, a pedido de sua mãe, ao local de trabalho de seu tio para cobrar uma quantia em dinheiro. O homem explicou à jovem que não estava com o valor naquele momento e pediu que o acompanhasse até sua casa para então fazer o pagamento. A menina seguiu de carro com o tio até a residência dele.

Já no local, o estudante de 24 anos convidou a sobrinha para entrar, pois precisava esquentar comida para o cachorro da casa. Enquanto a jovem esperava, ele retirou a camisa, e tentou beijá-la à força. Diante da negativa da adolescente, o tio ofereceu-lhe a quantia de R$ 10,00, que foi recusada pela jovem. A menina em seguida saiu da casa.

A vítima começou a andar sem direção pela rua, pois não sabia onde estava. O homem, no entanto, entrou em seu carro e começou a acompanhá-la, pedindo que não contasse o ocorrido a ninguém. Como a sobrinha ameaçou gritar por socorro, ele a deixou e retornou ao trabalho. A adolescente continuou a caminhar até que avistou a casa de um primo e pediu ajuda.

Acionada, a Polícia Militar prendeu o suspeito ainda trabalhando. Ele foi autuado no crime de estupro de vulnerável.

Em decisão nesta manhã (10), o juiz concedeu liberdade ao homem, mas determinou o impedimento de manter contato com a jovem, devendo permanecer distante por 300 metros.