Polícia

Homem procura a polícia após trocar fotos íntimas e ser acusado de pedofilia

Nesta quinta-feira (10), morador em Santa Rita do Pardo, cidade a 267 quilômetros de Campo Grande, procurou a polícia após ser acusado de pedofilia. Ele trocou fotos íntimas com uma mulher pelas redes sociais e depois recebeu ligação de um suposto advogado alegando que ele teria praticado crime. Conforme relato do homem, ele começou a […]

Renata Portela Publicado em 10/09/2020, às 16h08

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Nesta quinta-feira (10), morador em Santa Rita do Pardo, cidade a 267 quilômetros de Campo Grande, procurou a polícia após ser acusado de pedofilia. Ele trocou fotos íntimas com uma mulher pelas redes sociais e depois recebeu ligação de um suposto advogado alegando que ele teria praticado crime.

Conforme relato do homem, ele começou a conversar com uma mulher pelo Facebook e ela enviou duas fotos sem roupas. Depois, ela pediu o número de WhatsApp da vítima e os dois começaram a conversar pelo aplicativo, mas foi bloqueado por ela na outra rede social.

Assim, na manhã desta quinta-feira ele recebeu a ligação de um homem, alegando ser advogado do pai da menina com quem ele trocava mensagens. Ele teria dito que o pai da menina o processaria por pedofilia e ofereceu um acordo.

Com isso, a vítima denunciou o caso, que é tratado como preservação de direito.

Jornal Midiamax