Um homem de 30 anos foi assassinado a facadas após ser chamado de pedófilo durante um churrasco na noite deste sábado (11). O crime aconteceu no Jardim Inápolis, em Campo Grande. O suspeito, usuário de drogas, foi linchado por populares e encaminhado com ferimentos graves para a Santa Casa.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, a mãe do autor das facadas ficou na cena do crime. Ela contou para a polícia que o filho, um homem de 20 anos, é usuário de drogas e – nas palavras da mãe -, extremamente violento.

A mulher disse que já foi agredida pelo filho e possui medidas protetivas contra ele, mas permitiu sua aproximação na noite deste sábado, ocasião em que ela estava em casa com um amigo, morador da região, onde tocavam violão. O filho se juntou, quando passaram a ingerir bebidas alcoólicas e fazer um churrasco.

Em determinado momento, o amigo perguntou para a mulher “onde estavam as meninas”, que seriam as filhas dela. O autor teria se irritado com a pergunta, questionou Hernandes porque a preocupação e o chamou de pedófilo.

Os dois passaram a discutir, quando o autor sacou uma faca da cintura e desferiu vários golpes na vítima.

Linchado

O GOI (Grupo de Operações e Investigações) foi acionado e, ao fazer buscas pelo autor do crime, encontrou cerca de 10 pessoas correndo em direção a um terreno baldio. Os policiais questionaram e essas mesmas pessoas informaram que o autor estava sentado ao lado de um veículo, momento em que fugiram do local.

Os investigadores encontraram o autor e constataram que ele estava com vários cortes pelo corpo, de diversos tamanhos. O GOI acredita que o grupo de pessoas que estava no local o linchou após o crime, já que – conforme testemunhas -, a vítima era muito querida pelos vizinhos.

O autor foi socorrido e levado para a Santa Casa de Campo Grande. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.