Polícia

Homem diz que matou para vingar estupro da filha de 6 anos

Homem de 37 suspeito de matar o vigilante Damião Leite de Sousa, de 51 anos, em Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande, se apresentou à Polícia Civil nesta sexta-feira (09) e confessou o crime. Ele disse que matou para vingar o estupro da filha de seis anos, supostamente cometido pela vítima. De acordo […]

Renan Nucci Publicado em 09/10/2020, às 15h27 - Atualizado às 18h45

Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina. Foto: Arquivo
Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina. Foto: Arquivo - Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina. Foto: Arquivo

Homem de 37 suspeito de matar o vigilante Damião Leite de Sousa, de 51 anos, em Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande, se apresentou à Polícia Civil nesta sexta-feira (09) e confessou o crime. Ele disse que matou para vingar o estupro da filha de seis anos, supostamente cometido pela vítima.

De acordo com o Jornal da Nova, o advogado Vitor Cáceres alegou que as circunstâncias levaram o homem a tomar tal atitude.  “[…] é um pai de família e trabalhador, foi a procura de Damião, houve uma conversa, mas por instinto acabou o alvejando”, disse Cáceres ao noticiário local.

O crime ocorreu na madrugada de quarta-feira, na Rua Milton Modesto. Damião foi alvejado por seis disparos de arma de fogo. Logo em seguida, o autor fugiu do local e jogou a arma fora. Ele chegou a alegar que pensou em suicídio. O caso é investigado e não há mandado de prisão contra ele.

Jornal Midiamax