Polícia

Homem de 62 anos foi assassinado com tiro no peito quando chegava em casa

Foi identificado como Paulino José Gomes, de 62 anos, o homem assassinado a tiros na noite de sábado (12), na Rua Pedro Guimarães, Jardim Montevidéu. Um dos disparos teria atingido o peito da vítima, que chegava em casa quando foi morta. Conforme o registro, Paulino chegava em casa com a sobrinha, de carro, sendo que […]

Renata Portela Publicado em 13/09/2020, às 06h10 - Atualizado às 08h27

(Foto: Arquivo)
(Foto: Arquivo) - (Foto: Arquivo)

Foi identificado como Paulino José Gomes, de 62 anos, o homem assassinado a tiros na noite de sábado (12), na Rua Pedro Guimarães, Jardim Montevidéu. Um dos disparos teria atingido o peito da vítima, que chegava em casa quando foi morta.

Conforme o registro, Paulino chegava em casa com a sobrinha, de carro, sendo que ela estava dirigindo. Então, quando pararam na frente da residência, a familiar foi abrir o portão enquanto o idoso fechava a janela do carro.

Neste momento, um outro carro teria chegado e a sobrinha apenas ouviu os disparos, aproximadamente 4. Assim, quando olhou para o tio, o viu cambaleando na frente do veículo e correu para ajudar, sem conseguir prestar atenção no veículo usado pelos autores ou quantas pessoas estavam neste carro.

Mesmo assim o idoso não resistiu aos ferimentos. Polícia Militar, GOI (Grupo de Operações e Investigações), além da Perícia e Polícia Civil estiveram no local. O caso é tratado como homicídio qualificado pela traição, emboscada ou recurso que dificulte a defesa da vítima e foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Jornal Midiamax